quironn

fada da criatividade

Sorri, pá!

Posted by quironn em 18 Junho 2007

Sorri, pá! Sim, tu, que foste o gajo que mais idolatrei à face da Terra e arredores. Sabes o quanto te adoro e como me fizeste sofrer quando tudo acabou? Foi pior que ser uma peúga fedorenta abandonada no cesto da roupa suja, sempre estava em tua casa e eu não!

 Sorri, pá! Sim, tu, que foste o gajo que me deixava a pingar depois de te montar como se fosse o garanhão mais selvagem das planícies americanas. Sabes o quanto os meus dedos desejaram ser o teu sexo duro dentro de mim? Foi pior que ser a tua boneca insuflável perdida debaixo da cama, sempre estava por baixo e eu não!

Sorri, pá! Quando uns gajos te encherem de porrada e eu estiver por perto para te consolar… Quando uns gajos destruirem as tuas coisas dentro da tua casa e eu te acolher em minha casa… Quando uns gajos mandarem pelo correio a tua boneca ao teu patrão com fotos comprometedoras e eu estiver disponível para te ouvir e aconselhar…

Sorri, pá! Porque se tu sorris, serei eu a rir no fim. Nunca saberás que fui eu que os mandei ter contigo. Nunca compreenderás porque me julgavas de volta e eu estava apenas longe. Nunca saberás de como foste substituído pelo D! Desampara a loja! Agora só quero o D, quente e vibrante, que me satisfaz a toda a hora e quando me apetece. Sim, o D! Ai o D! O meu D. de Dildo…

Quironn (18.06.2007)

Rêverie inspirada no videoclip Smile, de Lily Allen

19 Respostas to “Sorri, pá!”

  1. gitas said

    Gargalhadas, espectacular!😆
    Esta rêverie está fabulosa, se me ri com o vídeo com o que escreveste , escangalhei-me às gargalhadas😆
    Excelente texto! Parabéns🙂

  2. vitoria said

    Espero que já tenhas posto na tua cabeça que vais publicar ,pelo menos,um livro!!
    Está muito bom esse texto…fez-me lembrar ,umas partes,um passado meu,…agora o dildo,huahauahauaah,rirrrrrrr.Eh assim mermo!!!!Gostei!!

  3. scmbf said

    I liked it! Estes reveries estão o máximo!😀

  4. nandokas said

    Olá quironn,

    Outro texto de se lhe tirar o D…, oops, enganei-me, de se lhe tirar o C, de chapéu. Parabéns!

    Do vídeo, também gostei de ver as ‘n’ vezes que a moçoila comeu quadradinhos de chocolate. Uma gulosa!

    Beijinhos.

  5. A. Jorge said

    Belo e surpreendente texto!

    Abraço

    Jorge

    http://vagabundices.wordpress.com/

  6. Sergio said

    isto é a melhor declaração da independencia que já tinha lido!!!!!!!!

  7. fábula said

    ahahahah, achei super-divertido, sobretudo o final!😀

  8. paulo said

    E ele sorriu, pá?
    Sorriu pois. Qualquer uma que pingue, serve. As mulheres não entendem, não porque não queiram, mas porque não conseguem, que é muito mais fácil a um homem pingar uma boneca insuflável, que uma mulher um dildo.
    Não nos invejem. Não adianta…

  9. Diva said

    Quem precisaria do dildo se os homens, soubessem ser homens… e não perdessem as energias nas insufláveis e outras que tais.

  10. paulo said

    hehehe se os homens soubessem ser homens? Eu acho que a frustração é das mulheres. Mesmo não sabendo sê-lo, os homens nunca falham o orgasmo, bom ou mau, ao passo que as mulheres, essas, parecem-me sexualmente bem mais infelizes e mais incapazes. Talvez se os homens deixassem de saber ser homens, ou as mulheres aprendessem mais a ser mulheres… Quiçá…

  11. Diva said

    Entrámos na guerra dos sexos ehehe
    Lamento… não posso acompanhar, falta-me background bélico!

    Só tenho Dildos para arremesso (:

  12. quironn said

    É normal confundir-se autor com personagem e também cair-se em generalizações. Contudo, isto foi apenas uma forma divertida de devanear o videoclip já referido anteriormente. As personagens são irreais embora reconheça que elas possam existir algures neste mundo.

    Há homens e há mulheres. Há gostos e desgostos. Há preferências e há estilos. Há casais que não encaixam e quando é assim talvez seja normal preferir-se substituições não humanas😉

  13. Sarasvati said

    Tens razão no que afirmas.
    Existem casais que não encaixam. Por isso mesmo para quê insistir e levar uma vida vazia?

    Como dizia o outro: “Não fogem, nem deixam fugir!”😉

  14. paulo said

    Tantos que não encaixam e não deixam a “vida vazia” não é isso que queres dizer? Por que será? Já pensaste nisso?

  15. Sarasvati said

    Não conheço quem não encaixe e ainda assim consiga ter uma vida cheia (como casal, claro).
    O que eu pretendia afirmar é: se as pessoas não se entendem, não encaixam, então que se larguem.
    Mas a força, a ganância do ter o objecto querido ou amado debaixo da asa, dentro duma jaula, é mais forte do que o deixar “voar” e deixá-lo seguir caminho.

    Portanto, não são felizes nem deixam os outros serem… é a isso que eu me referia.

  16. paulo said

    E quem “encaixe” e consiga ter uma vida cheia, conheces?

  17. Sarasvati said

    Sim.

    É como ir ao Japão e ver que é possivel andar na rua sem ser aos encontrões; que é possivel viver-se sem ouvir chamar nomes à nossa mãe só porque tiveste sucesso nalguma coisa, ou sorte noutra; que é possivel ter uma cidade limpa apesar dos 400 milhões que lá andam o dia inteiro; que é possivel respeitar o próximo ao ponto de desligares o tlm quando entras num comboio…

    Tudo é possivel desde que nos empenhemos nisso e nos dediquemos em conjunto para isso.

    Tu conseguirias?

    Conselho: Experimenta começar por beber café a dois, ao mesmo tempo!😉

  18. paulo said

    As chávenas parecem-me demasiado pequenas para isso🙂 Há coisas que são só para um…

  19. quironn said

    Hmmm sai um devaneio sobre café e chá, espero que gostem🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: